Pally Siqueira como Amanda em Malhação: Vidas Brasileiras (Foto: Globo/Paulo Belote)
Pally Siqueira como Amanda em Malhação: Vidas Brasileiras
(Foto: Globo/Paulo Belote)

Intérprete da Amanda em Malhação: Vidas Brasileiras, Pally Siqueira falou sobre a carreira, o papel na trama e a mudança para o Rio de Janeiro que a afastou da família, que mora em Pernambuco.

Na novela teen da Globo, a personagem começou a morar com o namorado Kavaco (Gabriel Contente) depois que o pais voltam para Pernambuco e ela precisou conviver com a avó do menino, Janete (Aracy Balabanian), com a qual e a relação não é tão amistosa. Porém, Amanda conta com o apoio integral do jovem que não mede esforços para apoiar a namorada no tratamento da doença.

+ Protagonista de Vidas Brasileiras relembra momentos difíceis da carreira: “Desistir nunca foi uma opção”

Sobre a entrada no elenco de Malhação, Pally disse que foi muito proveitosa. “Todos nós passamos por várias etapas de testes, entrevistas e oficinas. Foi um processo longo e muito proveitoso, pois podíamos mostrar todos os dias o nosso potencial, desenvolvimento e disponibilidade”, contou ao TV Foco.

A atriz ainda revelou que, quando adolescente, seu desejo era ser cantora. “Quando criança sim [queria ser atriz], na adolescência queria ser vocalista de uma banda de rock e no início da fase adulta me dediquei a faculdade de Psicologia. Mas acredito que não podemos fugir do nosso destino né? Comigo foi assim, está sendo assim”, disse.

Amanda (Pally Siqueira) na casa de Janete (Aracy Balabanian) em Malhação (Foto: Globo/João Cotta)
Amanda (Pally Siqueira) na casa de Janete (Aracy Balabanian) em Malhação
(Foto: Globo/João Cotta)

Em 2015, Pally esteve na novela das sete Totalmente Demais, mas com papel menor. Agora, com destaque na trama, ela diz estar pronta: “A responsabilidade aumenta, mas acredito que estou preparada para isso. Sou muito grata a todo crescimento que essa personagem está me possibilitando. A meta é sempre evoluir”.

Sobre estar distante da família, a atriz diz que, apesar da distância, os familiares estão sempre com ela. “A distância passou a ser um elemento bem presente na minha vida. Saí de casa muito cedo, primeiro em curtas distâncias e agora uma bem maior. É sempre difícil estar longe de quem você ama, mãe, irmãos, mas sempre tive a consciência de que independe da distância geográfica eles estão sempre comigo, e isso me dá força para continuar as minhas batalhas”, declarou.



SIGA O TVFOCO NO INSTAGRAM E FIQUE POR DENTRO DE TUDO! CLIQUE/TOQUE AQUI.



Fonte: Maestro Junior Sousa – Rede canal

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui