Mark Zuckerberg se comprometeu a aumentar a segurança da plataforma sem tirar a voz dos usuários e toma medidas para evitar influência eleitoral

access_time

14 set 2018, 14h17 – Publicado em 13 set 2018, 16h07

São Paulo – Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, escreveu um comunicado sobre as medidas que a empresa toma no período das eleições no Brasil para evitar ataques de hackers, malware e roubo de dados pessoais. A rede social removeu contas falsas em diversos países além do Brasil: França, Alemanha, México e também no estado americano do Alabama.

Zuckerberg afirma que notificou governos sobre as tentativas de ataques registradas para que eles tenham ciência do ocorrido.

“Recentemente, tiramos do ar uma rede de contas no Brasil que escondiam a identidade e espalhavam informações falsas pouco antes das eleições presidenciais de outubro”, declarou o CEO do Facebook, em nota oficial. Não foi revelado qual candidato esse grupo defendia ou qual atacava.

“Encontramos e tiramos do ar campanhas de influência estrangeira da Rússia e do Irã tentando interferir nos Estados Unidos, na Inglaterra, no Oriente Médio e em outros lugares–assim como grupos no México e no Brasil que estavam ativos nos seus países”, disse Zuckerberg.

Veja no vídeo a seguir o que o Facebook tem feito para evitar problemas nas eleições presidenciais brasileiras de 2018.



Fonte: Rede Canal

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui