Afirmam que saúde do candidato requer atenção máxima

Por
Da Redação

access_time

14 set 2018, 06h00

Pegou muito mal na equipe médica do hospital Albert Einstein, em São Paulo, a intensa agenda de visitas ao candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL).

Os médicos proibiram a alta rotatividade dos últimos dias, que incluiu o cantor Roger e o pastor Silas Malafaia.

Argumentam que o estado de saúde em que Bolsonaro está é incompatível com tamanha movimentação.



Fonte: Rede Canal

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui