Frete Grátis para clientes com descontos exclusivos

Conheça as Principais Tinturas Profissionais de Cabelo

3) Quais São os Principais Componentes das Tinturas Profissionais e como Funcionam?

Para entender quais componentes evitar e quais são os serviços de coloração ideais para você, é preciso compreender como o processo ocorre. Veja a seguir:

Quais São os Principais Componentes da Tinta?

Basicamente, o processo de coloração é composto por um agente alcalinizante (amônia), um precursor de cor, um agente espessante e um oxidante. A amônia auxilia na entrada do pigmento nos fios dilatando as cutículas, ajustando o pH da região para que os agentes precursores de cor penetrem.

Em seguida, o precursor de cor (uma mistura de pigmentos) atinge a fibra capilar. O agente espessante então atua, mantendo a viscosidade da formulação para facilitar a mistura de pigmentos. O quarto componente, também conhecido como água oxigenada, oxida os agentes precursores de cor para formar o pigmento que você escolheu. Ele também auxilia na solubilização do pigmento natural do cabelo, tornando-o descolorido.

Agentes Oxidantes: Como Funcionam?

Quimicamente, os agentes oxidantes são substâncias capazes de remover elétrons, ou oxidar. As colorações que têm oxidantes em sua composição contêm, portanto, substâncias capazes de retirar elétrons dos pigmentos naturais do cabelo.

Os oxidantes, então, subtraem os elétrons e o fio, aos poucos, se descolore. Esse processo ocorre quando usamos água oxigenada, que tem a função de descolorir os cabelos.

Qual é o Papel da Amônia no Processo de Coloração?

A amônia tem função adstringente para o couro cabeludo, atuando como água morna. Assim, ela abre os poros da região e ajuda na limpeza. Além disso, como dissemos acima, ela torna a coloração mais duradoura, permitindo que essa penetre na estrutura interna dos fios e que os pigmentos se alojem no córtex.

O nível de amônia no produto varia de acordo com o tom de cada cor. Colorações mais claras têm menos amônia. Já as mais escuras têm uma concentração maior do composto.

Enquanto a amônia abre as escamas do cabelo para a coloração penetrar, a água oxigenada remove os pigmentos naturais com o processo de oxidação.

A Amônia Causa Danos ao Cabelo?

O uso excessivo da amônia pode causar danos aos cabelos e ao couro cabeludo, tais como a desidratação, alergias, irritações e o desgaste dos fios. Por isso, é fundamental contar com a consultoria e o auxílio de um profissional de beleza ao aplicar o produto no cabelo.

Pessoas que têm o couro cabeludo sensível ou têm algum tipo de alergia à amônia podem recorrer a colorações permanentes que não tenham o composto, como a Essensity, da Schwarzkopf.

À base de óleo, ela proporciona cores naturais e com reflexos, cobrindo todos os fios brancos e garantindo até 4 tons de clareamento. A Essensity estabiliza a estrutura do cabelo durante o processo de coloração para deixá-lo saudável e ajuda a protegê-lo contra fatores externos, tornando a cor mais duradoura. São 58 tons de moda ricos em reflexos.

Qual é a Diferença entre a Amônia e Etanolamina?

Alguns componentes são utilizados tanto em tratamentos para alisamento quanto naqueles voltados para a coloração. É o exemplo dos derivados de amônia, o que causa uma certa confusão nos salões de beleza.

A amônia é utilizada nas tintas para abrir as escamas dos fios, de forma que eles possam receber os pigmentos. Já a etanolamina, também conhecida como tioglicolato de amônio ou ácido tioglicólico, é um princípio ativo derivado do tioglicolato, derivado da amônia. Por isso, ela acaba sendo confundida como um composto para coloração de fios!

Trata-se de um princípio ativo que abre as escamas do fio, rompendo os ligamentos para dar a ele uma nova forma. Por isso, ele é utilizado em escovas definitivas.

4) Como Escolher a Tintura de Cabelo Profissional Ideal para Você?

Além de se informar sobre tecnologias mais modernas de coloração para os cabelos, é preciso contar com alguns procedimentos profissionais para diagnosticar a saúde dos seus fios, como já explicamos, e entender alguns ensinamentos de imagem pessoal para realçar o que você tem de melhor e expressar as suas ideias. Confira!

Realize o Teste da Mecha

O teste de mecha é frequentemente ignorado por quem faz a coloração em casa. Esse procedimentos é indicado para evitar reações alérgicas e para verificar a receptividade dos fios em relação ao produto, prevenindo alergias, lesões nos fios e no couro cabeludo, bem como irritações.

E não é porque você já está acostumada com uma linha de produtos que deve deixar de fazer o teste! É preciso que ele seja repetido a cada nova aplicação. Afinal, não há garantias de que a pessoa não desenvolva um processo alérgico a qualquer momento.

O correto é que o teste seja realizado antes da coloração. Para isso, você preciso retirar os brincos e pedir que o colorista aplique um pouco de creme colorante, com auxílio de um cotonete, atrás da orelha. Deixe secar e repita o processo, tornando a deixar secar a cada intervalo.

Em seguida, espere 48 horas sem lavar, tocar ou cobrir o local. Se a pele tiver reações anormais, procure um dermatologista e adie a aplicação da tinta.

Pesquise qual Coloração Profissional é Mais Adequada para os Seus Cabelos

Uma das etapas mais importantes no processo de coloração do cabelo é a escolha do produto. Quem deseja uma mudança mais duradoura deve optar pela coloração permanente. O problema está na amônia, que pode ressecar os fios se os devidos cuidados não forem tomados.

Para aquelas que desejam clarear os fios, é necessário fazer uma descoloração, uma escolha mais agressiva e que deve ser acompanhada por um profissional. Feita da maneira errada, pode causar danos como queda, quebra, ressecamento excessivo e a alteração da estrutura dos cabelos.

Quem já tem os cabelos tingidos, e quer manter a cor, tem nos tonalizantes a melhor opção. Eles são menos agressivos, possuem em sua tecnologia pigmentos diretos, sendo ideais para quem quer fazer a manutenção da cor ou reavivar o tom e dar aquele brilho aos cabelos.

Tonalizantes não possuem amônia na fórmula, e por isso, agridem menos os fios, se comparados às colorações permanentes.

É preciso lembrar que o tempo de pausa entre os processos químicos realizados em seus fios deve ser respeitado. Evite emendar permanentes, descolorações e relaxamentos. Esse período é o intervalo recomendado por especialistas para que seus fios se adaptem ao tratamento e você possa investir em processos para manter e/ou recuperar a saúde dos fios.

Use Técnicas de Visagismo para Escolher a Cor

– Peles morenas ou negras combinam bem com tons de chocolate, cereja e mel, pois esses tons realçam a pele negra.

– Quem anda flertando com o ombré hair ou o sombré pode ficar tranquila! Tons de loiro escuro ou castanho claro são bastante democráticos, e combinam com todo tom de pele.

– Os tons de marrom e cores mais quentes tendem a valorizar a pele. Aliás, se você está pensando em adotar tons castanhos para os seus cabelos, aderindo ao sombré, confira as dicas que nós separamos para manter o marrom bem iluminado e vibrante por muito mais tempo!

– Tons de preto, chumbo ou mate podem pesar o visual se não forem utilizados da maneira adequada! Tenha especial atenção com essas cores!

– O loiro platinado traz resultados incríveis para pessoas com pele clara, assim como o preto.

– Tons escuros tendem a ressaltar manchas e olheiras. Se você se incomoda com esses detalhes, pode ser que um cabelo muito escuro não seja a melhor pedida!

Agora que você já sabe tudo sobre Colorações Profissionais, aproveite e descubra tudo sobre o Cabelo Castanho Iluminado e Dicas para A Cor Ficar Sempre Vibrante.

Fonte: Brianz Cosméticos

Instituto Fios de Ouro

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

      Deixe uma resposta

      Rede Canal - Loja, Marketplace compras e vendas - As Melhores Ofertas, Confira
      Logo
      Reset Password
      Compare items
      • Total (0)
      Compare
      0